fbpx
Início Últimas Notícias Exportação de produtos do setor sucroenegético tiveram queda

Exportação de produtos do setor sucroenegético tiveram queda

Compartilhar

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgou as exportações do agronegócio de outubro de 2021 que somaram USD 8,8 bilhões. E mesmo com redução comparado com os meses anteriores de 2021, a receita obtida no mês ainda foi 9,9% superior em relação à
out/20. No acumulado do ano até o momento, o agronegócio totalizou USD 102,6 bilhões de exportações, 19,8% acima do mesmo período do ano passado.

No complexo sucroenergético, os três principais produtos apresentam quedas nos montantes embarcados, tanto no comparativo mensal, quanto nos volumes acumulados devido à quebra de produção nos canaviais dessa safra na região Centro Sul.

As reduções acumuladas no açúcar bruto foram de 7,8%, e no refinado de 16,2% e no etanol de 20,6%. No tocante aos preços em dólares, destaque para o açúcar bruto
com valorização de 22,8%em outubro versus outubro de 2020, e aumento
de 18,5%no comparativo anual.

No complexo soja, destaque para o óleo de soja, que em outubro apresentou volume de exportação 452%maior que em outubro de 2020. No volume acumulado do ano o produto apresenta alta de 38,4%e com incremento na receita em dólar de 98%.

A soja em grãos no último mês exportou um volume 35,7% maior que em out/20, e no acumulado chegou aos 80,8 milhões de toneladas embarcados, 0,5% menor que o mesmo período de 2020.

No complexo de proteínas animais apenas a carne bovina in natura apresentou queda no volume mensal e acumulado do ano comparado com 2020, sendo as quedas de 49,5% e 4,4%, respectivamente. A justificativa para a forte redução na carne bovina foi
o bloqueio das vendas à China, principal destino externo brasileiro, o que pressionou também o preço no mês, 10,8%abaixo de set/21.

As carnes suína e de frango in natura apresentaram altas nos volumes mensais de 23,5% e 14,6% versus outubro de 2020. Já em relação aos preços em dólares de exportação , os três produtos tiveram ganhos significativos nas cotações frente ao período em 2020, sendo a carne bovina in natura (19,9%), carne de frango in natura (13,8%) e a carne suína in natura (5,8%).

As exportações de milho no acumulado continuam menores em 41,3% comparado com 2020, porém com preços 21,1% maiores. Na comparação entre outubro desse ano com o mesmo mês no ao anterior a redução no volume exportado foi quase 3 vezes inferior ao total exportado no mês de outubro do ano passado. Em contrapartida, o volume de algodão mesmo caindo no embarque de outubro em 15,5% versus outubro 2020, ainda apresenta alta de 13% no acumulado e com valorização dos preçosemdólarem3,3%.

Por fim, o café verde, que também exportou volume menor no último mês em 16,2% versus outubro do ano passado, ainda continua com variação positiva no total acumulado em3,1%comparadocom 2020.

Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish