Compartilhar

O volume de bioeletricidade gerado em maio deste ano foi o maior dos últimos cinco anos para o período, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). As termelétricas a biomassa, que usam o bagaço da cana-de-açúcar como principal matéria-prima, produziram 4.255 MW médios, montante que também representou 33% da oferta de energia produzida por todas as usinas térmicas no mês.

No último dia 22, o Ministério de Minas e Energia publicou a Portaria 527, abrindo para consulta pública diretrizes para oferta adicional de geração de energia elétrica proveniente de usinas termelétricas a biomassa.

A oferta adicional será utilizada pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) para atender a demanda do Sistema Nacional Interligado (SIN), desde que a operação seja aprovada pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), do qual a Câmara de Comercialização também faz parte.

Cadastre-se em nossa newsletter