Compartilhar

Faleceu nesta terça-feira (7) o engenheiro agrônomo Fernando Penteado Cardoso, aos 107 anos. Ele ficou conhecido depois de criar e dirigir a Manah Fertilizantes por mais de 50 anos, antes dela ser adquirida pela Bunge, em 2000.

Além disso, ele também idealizou e implantou a Fundação Agrisus em 2001, única entidade privada dirigida à pesquisa agronômica, que recebe projetos de todas as partes do país.

Também era empresário rural em várias cidades do interior paulista, como Mogi Mirim (SP), local onde ainda tem fazenda e passava a quarentena devido ao coronavírus.

Cardoso era formado em Agronomia pela escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em 1936. Desempenhou também várias atividades classistas e públicas, inclusive como secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, em 1964.

“Arregacem as mangas e vão em frente. Não se intimidem, nem se sintam diminuídos, se tiverem que começar pelo começo. Estudem sempre, a vida toda, para manterem-se em dia com a ciência, com a tecnologia e com a economia. Tenham sempre disposição para mudar”, disse em discursos como paraninfo a formandos da Esalq, em 2005.

“Não se deixem fossilizar. Os vários patamares do sucesso se condicionam sempre à dedicação ao trabalho, ao esforço, à honestidade de propósito, ao estudo, e especialmente à pertinácia. A perseverança deve prevalecer em todas as iniciativas, por mais modestas e primárias que sejam. A sorte na vida, fator que não pode ser relegado, acontece geralmente para quem está com a camisa molhada. Raramente ocorre em ambiente de sombra e água fresca”, completou ele na oportunidade.

As causas da morte não foram divulgadas. O velório acontece no crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP) e a cremação está prevista para as 15 horas desta quarta-feira (8).

Cadastre-se em nossa newsletter