Compartilhar

Ele foi um dos pioneiros do setor sucroenergético brasileiro

Morreu ontem, 9, em João Pessoa, na Paraíba, um dos nomes mais importantes do setor sucroenergético: Paulo Fernando Cavalcanti de Morais. Ele tinha 76 anos e foi vítima de uma parada cardíaca.

O empresário era diretor das usinas goianas CRV Industrial, Cooper-Rubi, Uruaçu Açúcar e Álcool e também da CRV Industrial – Unidade de Capinópolis,  Minas, localizada em Minas Gerais e das Unidades Agroval e Japungu, localizadas na Paraíba.

Homem empreendedor

A história de vida do empresário Paulo Fernando Cavalcanti de Morais foi construída com muito trabalho e empreendedorismo. Uma trajetória iniciada em 1980, quando foi fundado o Grupo Japungu.

Na época, Paulo Fernando Cavalcanti de Morais, Luismar Melo e José Ivanildo Cavalcanti de Morais adquiriram a usina Japungu, na Paraíba.

Em 1996, fundaram a Agroval e, em 2001, começaram a atuar na região Centro-Sul, com a aquisição da CRV Industrial. A paixão pela cana-de-açúcar atravessa gerações da família de Paulo Fernando Cavalcanti de Morais, integrante da tradicional família Cavalcanti de Morais, que produz cana desde a época dos engenhos.

Desde 1958, através do produtor José Ivanildo Cavalcanti de Morais, a família já administrava usinas canavieiras.

Cadastre-se em nossa newsletter