Preços futuros do açúcar sofrem forte queda nas bolsas internacionais; veja os números

Os contratos futuros do açúcar negociados nas bolsas internacionais fecharam em queda ontem (6), devolvendo parte da valorização da véspera

Em Nova York, na ICE Futures, o lote para julho do açúcar bruto foi firmado em 10.27 centavos de dólar por libra-peso, recou de 51 pontos. Os contratos para outubro/20 fecharam em 10.53 centavos de dólar por libra-peso, queda de 49 pontos. Os demais lotes desvalorizaram entre 30 e 47 pontos.

Na ICE Europe, em Londres, os contratos do açúcar branco para agosto/20 recuaram 12,60 dólares e foram firmados em US$ 345,10 a tonelada. O lote para outubro/20 fechou em US$ 330,70 a tonelada, queda de 11,70 dólares. Os outros vencimentos caíram entre 10,20 e 11,30 dólares.

De acordo com a Reuters, a desvalorização da commodity foi puxada pela desvalorização do petróleo e do real. “O petróleo Brent caiu abaixo de 30 dólares por barril, revertendo ganhos do início da sessão após um relatório indicar um aumento nos estoques do combustível fóssil nos Estados Unidos”. A nota traz ainda que “o real, enquanto isso, voltou a operar próximo de mínimas históricas frente ao dólar nesta quarta-feira”.

Em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 74,91, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP, com alta de 0,25% quando comparado com o valor da véspera.


Mas. Desse modo.