Compartilhar

Com negociações já em estado avançado, a Raízen Energia, joint venture entre Cosan e Shell, e a Biosev, controlada da Louis Dreyfus Company (LDC), encaminharam ontem (28) ao Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica uma consulta para que o órgão avalie a possível fusão das duas companhias.

Em comunicado ao mercado a Cosan S.A. informou ontem que a Raízen e a Biosev “estão em negociação para a assinatura de contratos vinculantes relacionados a uma potencial transação estratégica, conforme divulgado anteriormente pela Companhia e pela Raízen”.

O Comunicado, assinado pelo Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Cosan, Marcelo Eduardo Martins, destaca, ainda que, “apesar dos referidos contratos ainda não terem sido assinados, a Raízen e a Biosev optaram por desde já submeter a potencial transação ao Cade”.

Segundo o que foi apurado, as negociações dependem de um arranjo entre a Biosev e seus credores, que ocorre de forma paralela às conversas com a Raízen.

Cadastre-se em nossa newsletter