Compartilhar

Em novembro Roberto Hollanda Filho deixa o cargo de Presidente-Executivo da Biosul – Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul, entidade que conduziu desde a sua criação em janeiro de 2009.

O executivo partirá para novos desafios em Brasília como Diretor-Executivo no Fórum Nacional Sucroenergético, que vem a ser a representação nacional do setor.

O Fórum Nacional Sucroenergético – FNS congrega entidades representativas de produtores de etanol, açúcar e bioeletricidade em quinze estados brasileiros. A entidade tem como Presidente Mário Campos, do SIAMIG- Minas Gerais, e o Vice-Presidente é Renato Cunha, do Sindaçúcar, de Pernambuco.

“O nome de Roberto Hollanda Filho fica na história e na boa memória do setor Sucroenergético em Mato Grosso do Sul. Estamos seguros que Roberto continuará desempenhando papel importante para o setor, dessa vez em nível nacional”, afirmou Amaury Pekelman, presidente do Conselho Deliberativo da entidade.

“Saio com o coração feliz e com uma ótima sensação de dever cumprido na Biosul. Ao longo desses anos fiz muitos amigos, vivenciei boas histórias, obtive junto a minha equipe resultados expressivos para o setor e desenvolvi um encanto com o Mato Grosso do Sul que será eterno. Agora é hora de encarar os novos desafios que virão com muita motivação e comprometimento”, comentou Roberto Hollanda Filho.

A entidade segue com a mesma estrutura de governança, conduzida pelo Conselho Deliberativo, e mantém também a equipe operacional.

Cadastre-se em nossa newsletter