Compartilhar

A Usina Batatais, que deu início a sua safra no primeiro dia do mês de março, projeta uma moagem de de 4,1 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2021/22.

De acordo com a companhia, o número representa uma redução em relação à última safra, quando foram moídas 4,419 milhões de toneladas, um resultado recorde para a Usina Batatais.

O motivo da queda na moagem é a seca, que atingiu a região no ano passado, afetando negativamente a produtividade da cana-de-açúcar para 2021. No entanto, de acordo com a companhia, se houver uma maior regularidade de chuvas nos próximos meses, os impactos podem diminuir.

A perspectiva inicial é que sejam produzidos 6,5 milhões de sacos de açúcar de 50 kg e 140 milhões de litros de etanol na safra atual.

Certificações de Excelência e Qualidade

Recentemente, a Usina Batatais obteve mais uma vez o Certificado de Energia Verde na produção de bioeletricidade para o autoconsumo. Isso, segundo a Usina Batatais, demonstra seu papel de relevância na produção de energia com responsabilidade assim como na fabricação de açúcar.

“A Batatais também apresentou um excelente resultado na nova versão das normas ISO e FSSC 22000, que garantem a qualidade dos alimentos que são comercializados”, afirma a companhia.

Cadastre-se em nossa newsletter