Usina Iracema, da São Martinho, é credenciada no RenovaBio

A Usina Iracema teve seus dados colocados em consulta púbica, que terá duração de 30 dias

Neste sábado, 13, foi divulgado pela Unica (União da Indústria da Cana-de-Açúcar) que o Grupo São Martinho colocou os dados da Usina Iracema em consulta para certificação do Renovabio. Segundo as informações divulgadas, a empresa usou dados primários e está certificando uma produção de 1,608 milhões de t de cana-de-açúcar em uma área de 26,5 mil ha.

A produção obteve a nota de eficiência energética de 66,3 gCO2e/MJ, o que equivale a uma redução de 76% de emissões de gases de efeito estufa em relação à gasolina.

A consulta pública tem duração de 30 dias e detalha as informações auditadas pela Certificadora Green Domus. Finalizada essa etapa, a empresa deverá ser habilitada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) para emissão dos CBios (Créditos de Dercarbonização).

De acordo com a Unica, a consulta pública visa dar transparência à certificação e é um dos procedimentos que compõe o processo definido pela ANP na Resolução nº 758 de 2018, publicada em novembro de 2018, para a obtenção do Certificado de Produção Eficiente de Biocombustível.

“Esse é mais um movimento que evidencia o comprometimento das associadas da UNICA para garantir a participação no RenovaBio e a efetividade do programa na descarbonização da matriz brasileira de transporte”, explica Luciano Rodrigues, responsável pelo departamento econômico da Unica.