Vendas de máquinas agrícolas crescem 213% na China

As vendas na China de equipamentos e sistemas de máquinas agrícolas automatizados alcançaram mais de 11.700 unidades no primeiro semestre deste ano, apresentando um forte crescimento anual de 213%, informa a agência “Xinhua”.

Os dados foram divulgados em uma reunião in loco sobre agricultura automatizada organizada na quarta-feira pelo Ministério da Indústria e Informatização na cidade de Jiamusi, na Província de Heilongjiang, nordeste da China.

O maquinário agrícola automatizado pode reduzir o uso de pesticidas e fertilizantes em mais de 30% e aumentar a eficiência do trabalho em mais de 50%, desempenhando um papel muito positivo na produção agrícola.

Desde 2018, o Ministério da Indústria e Informatização, o Ministério da Agricultura e dos Assuntos Rurais e o Ministério das Finanças lançaram programas piloto de agricultura não tripulada para diferentes solos, terrenos e cultivos em todo o país.

Até setembro, a China estabeleceu 18 zonas piloto de agricultura automatizada para 14 tipos de safras em 12 províncias e regiões autônomas, cobrindo mais de 5.300 hectares de terras agrícolas.

Um funcionário do Ministério da Indústria e Informatização disse que os ministérios trabalharão para expandir os programas piloto para mais regiões no futuro, para alcançar a aplicação comercial da agricultura automatizada em todo o país.