Megafusões de empresas de pesquisas agrícolas preocupam Blairo Maggi

Os governos deveriam intervir nas megafusões de empresas de pesquisas agrícolas, a fim de garantir mais opções na área de tecnologia voltadas para o setor, alertou o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), ao participar do Fórum Mundial de Agricultura, em Buenos Aires. “As grandes fusões podem deixar o produtor rural dependente de poucas empresas, sem concorrência. Isso pode provocar mais custos para a produção de alimentos.”

Nos últimos 40 anos, destacou o ministro, o Brasil passou de importador de alimentos para um dos maiores exportadores do mundo, graças aos investimentos em pesquisa e em inovação. Ao enfatizar que a opção do país é pela sustentabilidade, Maggi apresentou números da Embrapa Imagem mostrando que 61% do território brasileiro estão preservados.

“Embora tenhamos o maior rebanho comercial do mundo, com 220 milhões de cabeças, a pecuária ocupa apenas 19% do território, e a agricultura, cerca de 8%”, ressaltou Maggi.

Além do representante do governo brasileiro, o evento em Buenos Aires, na quarta-feira (5), contou com a participação de ministros da Agricultura da Colômbia e do México.

(Mapa)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui