Contratos futuros do açúcar voltam a fechar em alta

Nessa terça-feira (28), os lotes de açúcar bruto comercializados na ICE Futures, em Nova York fecharam em alta, após atingirem o menor valor desde agosto de 2007 na véspera, de acordo com números do Valor Data. Os contratos com vencimento para maio/20 foram firmados em 9.34 centavos de dólar por libra-peso, alta de 13 pontos. Os contratos para julho/20 subiram 14 pontos e fecharam em 9.52 centavos de dólar por libra-peso. Os demais vencimentos valorizaram entre 9 e 16 pontos.

Segundo a Reuters, “participantes do mercado disseram que houve ajustes de posições antes do vencimento do contrato maio, que expira na quinta-feira”. Ainda de acordo com a agência de notícias, “as projeções para entregas do contrato maio variam de 750 mil toneladas a 1 milhão de toneladas”.

Na ICE Europe, em Londres, o açúcar branco também foi comerciado em alta. Os contratos para agosto/20 subiram 4,20 dólares e foram firmados em US$ 311,70 a tonelada. O lote para outubro/20 fechou em US$ 305,50 a tonelada, alta de 3,10 dólares. Os outros vencimentos subiram entre 50 cents e 3 dólares.

Por aqui, em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 75,26, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP, com pequena queda de 0,05% quando comparado com o valor da véspera.


Mas.