Dicas e novidades 198

DICAS E NOVIDADES

CÁPSULAS BIODEGRADÁVEIS SÃO USADAS NO CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS

O formato e o tamanho lembram uma bola de tênis. As cápsulas podem ser feitas de diferentes materiais, como celulose e bagaço de cana, e vêm sendo usadas em canaviais no município de Barra Bonita, SP. A bióloga e agrônoma Gabriela Silva diz que as cápsulas podem ser usadas em muitas lavouras, não só nos canaviais. É possível, por exemplo, o emprego nas lavouras de milho, soja e tomate.

Raphaella Gomes, diretora de Inovação de uma empresa que produz os derivados da cana-de-açúcar, é uma das clientes do projeto. Ela diz que o sistema substitui o trabalho manual e elimina a necessidade dos copos plásticos para distribuir o material. Com o uso de drones, as cápsulas são colocadas com exatidão em pontos pré-estabelecidos. Cada uma tem orifícios por onde saem as vespas usadas no controle biológico.

O agrônomo Pedro Barbieri diz que o projeto facilita o controle da broca, uma larva que costuma surgir no período chuvoso e que é uma das piores pragas do canavial. Neste novo método, as capsulas são feitas de um material biodegradável e por isso contribuem para uma agricultura sustentável. Bem diferente do que acontece há 40 anos na maioria dos canaviais, onde o controle biológico é feito com o uso de copo plástico.

NOVO SULCADOR DE PLANTADORA DE CANA SIMPLIFICA E APRIMORA PREPARO DE SOLO

Um melhor perfilhamento da cana, o aprimoramento e o barateamento do preparo do solo estão entre os principais benefícios que deverão ser proporcionados pelo sulcador com dispositivo destorroador, novo acessório da Plantadora de Cana Picada – PCP 6000 Automatizada, afirma o engenheiro agrônomo Auro Pereira Pardinho, gerente de Marketing da DMB Máquinas e Implementos Agrícolas. “Em volta dos toletes dá para verificar que o solo está molhado. E a medida que vai se afastando desse local, o solo fica mais seco”, compara.

Em relação ao preparo do solo, o sulcador com dispositivo destorroador possibilita, além da obtenção de melhores resultados, a simplificação dessa operação com a redução do número de gradagens. “Acredito que vamos ter surpresas quanto ao barateamento do custo do preparo do solo”, enfatiza Pardinho.

Ainda de acordo com ele, o preparo do solo é um item que tem custo elevado, com grade aradora pesada, que precisa de trator de alta potência e grade intermediária que requer também trator de uma certa potência. “Com este sulcador vamos ter condição de fazer um preparo de solo mais barato, simplesmente eliminando a soqueira e iniciando as operações da plantadora. Haverá possibilidade de até mesmo suprimir a subsolagem, porque a haste do sulcador tem uma profundidade relativamente grande, que pode chegar até 40 cm de profundidade”, diz.

PROGRAMA “AGRONEGÓCIO NA ESCOLA” INICIA SUAS ATIVIDADES COM ESPECIALISTAS DESVENDANDO O AGRONEGÓCIO PARA PROFESSORES

A tradicional palestra inaugural do Programa Educacional “Agronegócio na Escola” aconteceu na segunda semana de abril na cidade de Ribeirão Preto, SP. Segundo a organização estiveram presentes centenas de professores, de 176 escolas de 57 cidades da região de Ribeirão Preto. O ex-ministro Roberto Rodrigues e os pesquisadores Caio Carbonari (Unesp Botucatu), Marcelo Morandi (Embrapa Meio Ambiente) e Marcos David Ferreira (Embrapa Instrumentação) apresentaram conceitos fundamentais do Agronegócio e debateram temas importantes ligados à sustentabilidade: o uso de agroquímicos na agricultura; a compatibilidade entre produção e conservação dos recursos naturais; e o combate ao desperdício de alimentos.

Neste ano, o Programa será aplicado a 23.897 alunos do Ensino Fundamental 1 e 2, Ensino Médio e Ensino de Jovens e Adultos. As próximas etapas do “Agronegócio na Escola” envolvem visitas monitoradas de professores e alunos em diversos elos das cadeias produtivas da região (agroindústrias, cooperativas, fazendas e indústrias), além de instituições de ensino e pesquisa voltadas para o setor. A intenção é que vejam in loco o que é o agronegócio e compreendam sua proximidade, dimensão e importância, tanto econômica, quanto social e ambiental.

TRIMBLE APRESENTA SOLUÇÕES QUE AJUDAM O AGRICULTOR A ECONOMIZAR ATÉ 90%

A Trimble, fabricante mundial de tecnologias avançadas para agricultura de precisão participou, pela primeira vez e com estande próprio, nas principais feiras do setor em Mato Grosso:  a Farm Show, em Primavera do Leste, e a Parecis Superagro, em Campo Novo do Parecis. A empresa apresentou nos dois eventos soluções que podem ajudar o agricultor economizar até 90% em suas operações agrícolas.

Um dos destaques é o sistema Trimble WeedSeeker, que aplica os defensivos agrícolas de forma seletiva nas plantas daninhas, evitando gastos desnecessários e promovendo um melhor controle sobre plantas daninhas resistentes. Entre soluções tecnológicas que maximizam a produtividade e os lucros do produtor, foi lançado o monitor GFX-750™.

O IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), atualizou a segunda estimativa do VBP (Valor Bruto da Produção Agropecuária) de Mato Grosso para 2018. Os novos dados demonstraram que o VBP total cresceu 3,6% ante a estimativa anterior, registrando em valores nominais o montante de R$ 65,14 bilhões. Segundo Luciano Rosolem, gerente Regional de Vendas da divisão de Agricultura da Trimble, a região do Mato Grosso é extremamente importante para a empresa. “Os investimentos da Trimble na região mostram a importância que está sendo dada pela empresa para o Mato Grosso e que o mercado está bastante receptivo para receber este tipo de tecnologia”, diz Luciano.