Compartilhar

Nesse primeiro semestre de 2021, o preço do etanol apresentou aumento de 36,3%. O preço médio da gasolina nos postos brasileiros avançou 25% quando comparados os valores registrados em junho de 2021 e dezembro do ano passado, de acordo com com o último Índice de Preços Ticket Log (IPTL),

“Após o fechamento de junho, a gasolina foi comercializada nos postos a R$ 5,872 o litro, valor 1,28% acima do registrado no mês anterior. Já o etanol foi encontrado a R$ 5,032, que representa alta de 4,35%”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Tanto a gasolina quanto o etanol apresentaram aumento de preços em todas as regiões, na comparação com o fechamento de maio.

O aumento mais significativo para ambos os combustíveis foi registrado no Nordeste, de 2,11% para a gasolina, e 5,54% para o etanol – que nos postos nordestinos foi encontrado pelo maior preço médio do País, a R$ 5,163. A gasolina mais cara foi comercializada no Sudeste e no Centro-Oeste, a R$ 5,966.

Os postos no Centro-Oeste registraram o etanol mais barato, a R$ 4,658. Já a gasolina com o menor preço médio por litro esteve no Sul, a R$ 5,683. Os menores aumentos foram encontrados no Sudeste, no caso do etanol, que teve alta de 2,14%, e no Norte, onde a gasolina avançou 0,43%.

Leia também: Conheça os 7 itens que só um computador de bordo de última geração tem

O Amazonas foi o único estado a apresentar recuo de preços para um desses combustíveis. A gasolina nos postos teve redução de 0,50%, na comparação com o fechamento de maio, e foi comercializada a R$ 5,363. Mas foi outro estado nortista, o Amapá, que apresentou a gasolina com menor preço médio do País, a R$ 5,318. No Acre, por sua vez, o combustível segue com o preço mais caro, encontrado em junho à média de R$ 6,396 o litro.

O Rio Grande do Norte registrou o maior aumento da gasolina, de 3,70% em relação ao mês anterior. O cenário é o mesmo no caso do etanol, após aumento de 12,56% no preço médio por litro. “Nenhum outro estado apresentou alta acima de 10%”, destaca Pina.

O etanol mais caro do País, no entanto, foi encontrado no Rio Grande do Sul, a R$ 5,750. Já o combustível com menor preço médio esteve em São Paulo, a R$ 4,222.

Cadastre-se em nossa newsletter