Compartilhar

O Grupo Pedra Agroindustrial S/A, de Andradina (SP), adquiriu a planta da Usina Orbi Bioenergia, localizada na Fazenda Toca da Coruja, no distrito da Vila Raimundo, em Paranaíba, no Mato Grosso do Sul. O empreendimento semiacabado pertencia a Companhia Energia Renovável (Cern), antiga controladora da planta.

A Usina Cedro, como foi denominado o empreendimento pela nova controladora, deve começar a moer a primeira safra de cerca de 1,2 milhão de toneladas de cana-de-açúcar em 2024, com previsão de chegar a 5 milhões de toneladas.

A expectativa é de gerar mais de 1.200 empregos diretos e terceirizados.

Representantes do grupo estiveram nesta quinta-feira (06) no município e se reuniram com o prefeito Maycol Queiroz (PDT), para tratar das etapas iniciais para funcionamento do empreendimento, como a elaboração de um estudo das estradas rurais do município e situação das pontes que servirão como rota para escoamento da produção.

“Vai gerar emprego e renda, tributos para município e melhorar a economia local”, disse Maycol Queiroz.

Segundo Sérgio Luiz dos Santos, gerente corporativo do Grupo Pedra Agroindustrial, a empresa pretende plantar 1.500 hectares de cana-de-açúcar em três meses para atender a necessidade da usina.

“Todos os passos do grupo são muito sólidos. É uma realidade, com certeza vai haver a implantação. Nas próximas semanas já iniciaremos algumas obras na área industrial”, destacou.

Cadastre-se em nossa newsletter