Compartilhar

A Raízen (RAIZ4), que estreou suas ações na Bolsa brasileira no dia 05 de agosto, informa que celebrou dois novos acordos para a venda de 460 milhões de litros de etanol celulósico — também conhecido pela sigla E2G — para entrega nos próximos nove anos.

Com o anúncio feito ao mercado nesta terça-feira (10), a Raízen, que se apresenta como a líder mundial em biocombustíveis, alcança aproximadamente 1 bilhão de litros, que serão produzidos em plantas a serem instaladas nos Parques de Bioenergia da empresa.

A Raízen é atualmente a única companhia global com capacidade produção de etanol celulósico em escala comercial, e a celebração dos acordos reflete a crescente demanda por fontes de energia mais limpa que contribuam para a descarbonização da matriz energética mundial.

E não para por aí. Já que a companhia, juntamente com sua controlada Raízen Energia, também firmaram nesta mesma data um contrato de compra, que prevê a aquisição de 50% da Barcos y Rodados (B&R), sediada no Paraguai.

A Raízen irá desembolsar o montante total de US$ 130 milhões pela companhia paraguaia, sendo que US$ 40 milhões serão pagos na data de fechamento, e US$ 90 milhões serão pagos em cinco parcelas anuais, sujeitas a ajustes usuais.

A B&R é líder no mercado de distribuição de combustíveis no Paraguai, com uma rede de 350 postos revendedores.

Como parte da aquisição, a Raízen sublicenciará o direito de uso da marca Shell para a B&R, cujos postos passarão a operar progressivamente sob a bandeira Shell.

Vale lembrar que a própria Raízen é uma joint venture, uma companhia compartilhada entre a Cosan (CSAN3) e a Shell.

Paralelamente será fechado um acordo de acionistas para regular as relações das partes (Raízen Energia) como acionistas da paraguaia B&R.

Segundo o anúncio ao mercado, a Raízen Energia terá o direito de indicar a diretoria executiva e a maioria dos membros do conselho de administração da B&R, e terá direito a um dividendo preferencial, dependendo da performance financeira do negócio.

“A conclusão da aquisição irá marcar a entrada da Raízen no mercado paraguaio de Marketing & Serviços, integrando a plataforma de operações na América do Sul”, destaca o Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Raízen Guilherme José de Vasconcelos Cerqueira.

A conclusão do negócio pode contar com segregação e inclusão de determinados ativos da B&R.

Cadastre-se em nossa newsletter