Redução do imposto deixa etanol mais barato

Redução em cinco pontos percentuais – caiu de 25% para 20% – no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do etanol teve efeito nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul e foi registrada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Conforme pesquisa de preços divulgada pelo órgão, o preço médio do etanol, no Estado, na semana do dia 9 de fevereiro ao dia 15 era de R$ 3,71 e caiu R$ 8 centavos na semana posterior – do dia 16 ao 22 -, que passou a custar R$ 3,62.

Em Campo Grande, a diferença entre preços cobrados foi maior que a média do Estado. Na semana retrasada estava em R$ 3,63 e na posterior a média é de R$ 3,52, acarretando uma redução de cerca de R$ 11 centavos ao bolso do consumidor.

Já a média estadual da gasolina apresentou aumento,.segundo o levantamento, saindo de R$ 4,35 para R$ 4,48 de uma semana para a outra – representando um aumento de R$ 13 centavos. Na Capital o aumento de R$ 17 centavos é maior que a média apresentada no Estado. Em uma semana, os postos de Campo Grande cobravam R$4,25 e na seguinte R$ 4,42.

Ao mesmo passo que o Governo reduziu o ICMS do etanol, também aumentou a alíquota da gasolina de 25% para 30%. O incentivo ao uso do etanol, que é uma produção local, por parte dos consumidores é a justificativa para tais mudanças.

Mas. Desse modo. Mas. Desse modo.