Usina Coruripe obtém R$ 712,7 milhões com emissão de CRA

A usina encerrou, neste mês, sua quarta emissão e captou R$ 212,7 milhões a mais que o valor inicialmente garantido pela XP Investimentos

Na quarta vez que acessou o mercado brasileiro de capitais com a emissão pública de CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), a Usina Coruripe captou R$ 712,7 milhões, valor aproximadamente 42,5% maior que os R$ 500 milhões inicialmente previstos na oferta mínima anunciada no dia 17 de maio. A operação, conduzida pela XP Investimentos, foi concluída no dia 13 de novembro e tem prazo de amortização de seis anos.

Segundo a Companhia, essa foi a primeira emissão de CRA feita pela Coruripe com distribuição continuada na plataforma da XP para investidores qualificados, que teve também demanda expressiva por parte dos investidores institucionais.

LEIA TAMBÉM:

Secretaria da Agricultura autoriza mais R$ 15 milhões para Seguro Rural

Biosev atinge 1 bilhão no EBITDA ajustado

“Os resultados foram positivamente surpreendentes, apesar das evoluções recentes no mercado de crédito no Brasil, demostrando a confiança dos investidores no desempenho e perspectivas de crescimento da nossa empresa. De fato, estamos colhendo neste ano uma safra recorde, acompanhada de maior rentabilidade”, afirma o presidente da Usina Coruripe, Mario Lorencatto.

O bom desempenho da Usina Coruripe, que é uma das maiores empresas do setor sucroenergético brasileiro, é confirmado pelos números divulgados pela companhia neste ano. Nos seis primeiros meses da safra atual (abril a setembro de 2019), a empresa atingiu a marca de 9,78 milhões de t de cana-de-açúcar processadas nas usinas localizadas em Iturama, Campo Florido, Carneirinho e Limeira do Oeste, em Minas Gerais, e Coruripe, em Alagoas. O resultado é 14,5% superior ao registrado no mesmo período da safra anterior, o que demonstra um ritmo de moagem bastante acelerado no Sudeste, frente ao orçado para a safra.