Vendas de máquinas agrícolas caem

As vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias no mercado doméstico atingiram 3,3 mil unidades em novembro, recuo de 11,8% na comparação anual, aponta levantamento divulgado nesta quinta-feira (05) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

No acumulado dos onze primeiros meses do ano, as vendas somam 40,4 mil unidades, queda de 6,8% em relação ao mesmo período de 2018.

Leia também: Cachaça: acordo assinado por Governo pode beneficiar produção brasileira

Leia também: Etanol: justiça ordena que ANP libere venda direta aos postos

Em novembro, a produção chegou a 4,4 mil unidades, recuo de 32,4% na comparação com igual mês do ano passado. Sendo assim, no acumulado de janeiro a novembro, a produção totalizou 50,8 mil unidades, queda de 15,4% em relação ao mesmo intervalo de 2018. agrícolas

As exportações alcançaram o volume de 1,1 mil unidades embarcadas em novembro, elevação de 5,2% na comparação anual. No acumulado dos onze primeiros meses do ano. Desse modo, os embarques somam 11,9 mil unidades, incremento de 1,1%.

As vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias no mercado doméstico atingiram 3,3 mil unidades em novembro.
As vendas de máquinas agrícolas e rodoviárias no mercado doméstico atingiram 3,3 mil unidades em novembro.

Leia também: EUA podem elevar importação por causa de problemas da safra 2019/20

A ocorrência de neve em acumulados elevados e de forma antecipada nos Estados Unidos na safra 2019/20 deve prejudicar a produção de beterraba norte-americana e elevar a necessidade de importação de açúcar dos Estados Unidos, apontou o analista da INTL FCStone, Matheus Costa, em evento de perspectivas de commodities realizado pela consultoria em São Paulo.

Segundo o analista, a relação de estoque-uso nos EUA, atualmente em 10,5%, pode ser reduzida ainda mais no próximo relatório do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). “A gente espera que os EUA ampliem a necessidade de importação de açúcar”, disse Costa.

Mas.