Compartilhar

 Iniciativas abrangem os municípios de Lagoa da Prata, Moema e Japaraíba.
 
Lagoa da Prata, 05 de julho de 2018 – Desde abril a Biosev desenvolve sua agenda de atividades do Plano de Educação Ambiental (PEA) para contribuir com a mudança de cultura da comunidade em torno da importância da preservação do meio ambiente.  Isso é realizado com ações educativas que utilizam o processo participativo, como forma de capacitar a população envolvida, para atuar na melhoria da qualidade ambiental e de vida local.
 
Implementado pela primeira vez em 2016, atendendo apenas o município de Lagoa da Prata, essa edição do PEA considerou informações do Diagnóstico Socioambiental realizado pela empresa, e estendeu a abrangência das atividades também aos municípios de Moema, Luz e Japaraíba. As ações do PEA estão programadas até agosto de 2019 e para sua execução, a Biosev firmou parcerias com a comunidade local destes municípios.
 
A participação no Projeto Semeando o Futuro; a parceria com uma clínica veterinária, para realizar os primeiros socorros de animas silvestres; o envolvimento com o Comitê de Combate e Prevenção à Dengue e o Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio São Francisco; e atuação no Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (CODEMA) no município de Japaraíba, são algumas iniciativas.
 
“Além de promover ações educativas sobre o meio ambiente, privilegiando atividades práticas e saberes locais, o objetivo é também difundir a legislação ambiental”, explica Tânia Fernandes, Superintendente do Polo Lagoa da Prata.
 
No projeto Semeando o Futuro, a Biosev firmou parceria com a Polícia Ambiental de Lagoa da Prata e outras instituições da cidade.  Durante todo o ano, estudantes das séries iniciais do ensino fundamental da rede pública cultivarão uma semente e, no mês de outubro, realizarão o plantio da muda na Área de Preservação Permanente (APP) do Rio São Francisco.  Além disso, as crianças participam de palestras nas escolas e recebem materiais educativos relacionados ao meio ambiente.
 
Somente nesse ano, a parceria da Biosev com a clínica veterinária Vet Life viabilizou o atendimento de aproximadamente 10 animais silvestres feridos e resgatados pela Polícia Ambiental da região. Após o atendimento, já foram reintroduzidos ao bioma animais como: cachorro-do-mato, falcão peregrino, coruja mocho, lobo guará, tucanos, tamanduá bandeira, capivaras e coruja barranqueira.
 
 “A Educação Ambiental é um instrumento de conscientização que contribui para a criação de novas habilidades e possibilita uma intervenção ecologicamente mais prudente, reduzindo os impactos ambientais das atividades humanas. Esperamos que essas ações sejam capazes de alterar valores, atitudes, comportamentos e habilidades individuais”, conclui Tânia Fernandes.
 

 

Cadastre-se em nossa newsletter