Biosul reelege diretoria

Amaury Pekelman continua omo Presidente do Conselho Deliberativo e Roberto Hollanda Filho como Presidente Executivo da Associação

Em Assembleia Geral, a Biosul, entidade que representa o setor sucroenergético em Mato Grosso do Sul, realizou eleições para definir o comando da entidade para o Triênio 2019-2022. No Conselho Deliberativo, estrutura que representa o conjunto das Associadas foi mantido como Presidente Amaury Pekelman, vice-presidente de Relações Institucionais da Atvos.

Roberto Hollanda Filho, presidente-executivo da entidade desde sua criação há dez anos também foi reeleito. A eleição teve chapa única com os candidatos eleitos por aclamação.

A aposta dos Associados na manutenção da linha de gestão se dá num momento importante para o setor, no MS e no Brasil. O setor vem do enfrentamento a uma das maiores crises de sua história e, por outro lado, vê surgir uma oportunidade de retomada de crescimento com o RenovaBio, programa do Governo Federal que prevê a expansão do uso dos biocombustíveis no Brasil.

“O reconhecimento dos demais associados gratifica e motiva ao mesmo tempo”, afirma Pekelman.”Agora o momento é de apoiar a Entidade no que deverá ser um novo ciclo positivo para o setor e para o Estado”, destaca.

“A Biosul nasceu em uma situação de ruptura, em que o Estado deixava de ser pequeno para se tornar um grande produtor no cenário nacional de açúcar, etanol e bioeletricidade”, lembra Hollanda. “O momento é parecido, vamos sair da crise e nos preparar para ajudar a gerar ambiente para um novo ciclo de crescimento”, completa o Presidente Executivo.