Compartilhar

Uma parceria entre a empresa americana com sede em Curitiba Earth Renewable Technologies (ERT) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) resultou na criação do primeiro plástico biodegradável em grande escala usando o bagaço da cana-de-açúcar.

De acordo com os pesquisadores, a produção em grande volume do produto resultaria em um feito inédito, com potencial de mudar toda a cadeia de produção de plástico biodegradável no mundo.

Entre as vantagens ambientais estão a redução de emissão de gases de efeito estufa (GEE) e de geração de resíduos durante o processo produtivo.

Cadastre-se em nossa newsletter