Compartilhar

A emissão de CBios na primeira quinzena de abril foi de 0,91 milhões de títulos, número bem abaixo dos registrados nos meses anteriores, 2,58 milhões em fevereiro, e 2,86 milhões de títulos em março, de acordo com dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

O monitoramento quinzenal do RenovaBio realizado pelo Itaú BBA, mostra que até o momento a emissão de CBios totaliza 8,55 milhões de títulos em 2021, representando 34,3% do total da meta a ser cumprida no ano, que é de 24,9 milhões de emissões.

No ano de 2020, o setor superou a meta, que era de 14,9 milhões de títulos, atingindo 18,5 milhões de Cbios.

O número de Cbios disponíveis hoje é de 12,1 milhões de títulos, sendo que 40% do total estão nas distribuidoras e 60% nas produtoras, segundo os analistas do Itaú BBA.

“A 1ª quinzena de abril apresentou ligeiro aumento no volume de negociações e no valor negociado de Cbios, porém ainda continuam fracos. O preço médio de Cbios em 2021 está 27,5% abaixo da média de 2020. Mesmo assim, o início de abril apresentou ligeira recuperação dos preços”, afirmam os analistas em relatório.

Em 2020, o preço médio dos Cbios atingiu R$43,41 e em 2021 está em R$31,46.

Ainda de acordo com o banco, o volume de Cbios aposentados neste ano ainda é pequeno somando apenas 326 mil títulos.

Natália Cherubin, com informações do Itaú BBA

Cadastre-se em nossa newsletter