Compartilhar

O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) aponta que o etanol na Região Sudeste apresentou o maior recuo de preços do País nas primeiras semanas de abril.

O biocombustível, comercializado a R$ 4,392, recuou 4,29% em relação ao fechamento de março. Já o litro da gasolina foi encontrado a R$ 5,789, o preço mais alto entre as regiões brasileiras, após novo aumento, de 0,03%.

“Assim como nas demais regiões do País, o diesel e o diesel S-10 apresentaram recuos nos preços. O tipo comum foi comercializado a R$ 4,271, após redução de 1,09%, e o tipo S-10, a R$ 4,341, baixa de 1,12% em relação a março”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

No recorte entre os estados, o etanol mais barato do País foi encontrado nos postos paulistas, a R$ 3,644, após recuo de 6,66%. São Paulo também registrou os menores preços médios da Região Sudeste para os demais combustíveis: o diesel foi comercializado a R$ 4,177; o diesel S-10, a R$ 4,243; a gasolina, a R$ 5,310; e o gás natural veicular (GNV), a R$ 3,176.

Variações e correlação gasolina X etanol (Ticket log)

O GNV em São Paulo apresentou o maior aumento do Sudeste no início de abril, de 1,63%. Mas o litro com valor médio mais alto foi encontrado em Minas Gerais, a R$ 3,488. Os postos mineiros também registraram os maiores preços médios do diesel, a R$ 4,365, e do diesel S-10, a R$ 4,426.

Já o etanol e gasolina mais caros da Região foram comercializados no Rio de Janeiro, a R$ 4,974 e R$ 6,112, respectivamente.

Em ambos os casos, os preços dos combustíveis apresentaram redução em relação ao fechamento de março. O valor médio por litro do etanol recuou 4,4%, e da gasolina, 0,26%.

Cadastre-se em nossa newsletter