Compartilhar

O etanol hidratado conseguiu manter a pequena reação percebida na segunda e terça nas fábricas, e avançou 0,39%, a R$ 2,3160 livres de impostos e frete. O número segura as perdas anteriores, como os menos 15,84% de 22 a 26, pelos dados do Cepea.

Todavia, indica que as vendas melhoraram porque o disponível nas distribuidoras e varejo zeraram. Além disso, mesmo sob pressão de consumo baixo, a vantagem sobre a gasolina é boa.

A redução de quase 4% da gasolina, pela Petrobras (PETR4), em 25 de março, não mexeu com os preços nos postos.

O valor médio no Brasil praticado nas bombas se elevou a quase de 11% no mês passado, ultrapassando os R$ 5,70, segundo a ValeCard, que monitora do cartão abastecimento em cerca de 24 mil estabelecimentos.

Deste mês em diante a oferta de etanol nas usinas tende a crescer com a safra iniciada em mais unidades, além daquelas que anteciparam em fevereiro e março. E há a tendência de pressão nos preços com a entrada de maior volume no mercado.

Cadastre-se em nossa newsletter