Compartilhar

O Ministério de Minas e Energia (MME) divulgou nota nesta quinta-feira afirmando que o abastecimento de etanol combustível está “em plena normalidade em todo o país”.

A Pasta informou que, após consultar os elos intermediários da cadeia, distribuidores e revendedores, detectou que “não há qualquer registro de falta de produto e, cabe ressaltar, a produção de etanol está em plena safra”.

As consultas e reuniões com agentes da produção, distribuição e comercialização de etanol, feitas para monitorar as condições de abastecimento no país, são periódicas, segundo o ministério.

Até 15 de maio, o país tinha em estoque 1,716 bilhão de litros de etanol hidratado e 876 milhões de litros de etanol anidro, níveis bem inferiores aos registrados na mesma época do ano passado.

Naquele momento, o consumo de combustíveis ainda sentia os reflexos do início da pandemia. Até o fim do último mês de maio, porém, as usinas avançaram na produção de etanol anidro, enquanto a de etanol hidratado segue abaixo da safra passada, de acordo com dados divulgados mais cedo pela União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica).

Em nota, a entidade afirmou que os dados mostravam que não há restrição de oferta no momento. “O ritmo de produção observado garante o pleno abastecimento do mercado de combustíveis nacional e o cumprimento da mistura obrigatória de etanol anidro na gasolina”, disse Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica, em nota.

Cadastre-se em nossa newsletter