Grande grupo sucroalcooleiro pede recuperação judicial

Com três unidades no interior de São Paulo, a empresa tem dívidas totais da ordem de R$ 2 bilhões

Mais uma usina brasileira entrou em recuperação judicial. A empresa da vez é o tradicional grupo sucroalcooleiro Moreno. Atualmente com três usinas no interior paulista, a companhia entrou ontem com pedido de recuperação judicial, aumentando a lista de plantas de açúcar e etanol protegidas contra credores – levantamento revela que já são quase cem.

De acordo com matéria publicada pelo Valor Econômico, as dívidas do Grupo totalizam R$ 2 bilhões. Com os credores concursais, aqueles sujeitos às regras da recuperação, as dívidas chegam a R$ 1,5 bilhão.

Uma das alternativas para a recuperação judicial pode ser a venda de um de seus ativos industriais, mas ainda não há nada definido, segundo uma fonte. A maior usina do grupo está em Monte Aprazível, mas a de localização mais estratégica está em Luiz Antonio, perto de Ribeirão Preto, onde a unidade opera com toda a capacidade.

Matéria em atualização. Mais informações em instantes.