Compartilhar

Jalles Machado afirma que não visualiza a chance de faltar etanol no mercado, e que o preço do biocombustível regula oferta e demanda exatamente para não haver escassez. “O etanol tem tido consumo acima da média e os preços devem continuar firmes justamente para conter a demanda.

Ou seja, o mercado sendo livre, normalmente os preços se encarregam de ajustar oferta x demanda para que não haja falta de etanol”, diz a companhia.

O comentário foi enviado à reportagem após declarações do diretor Financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Rodrigo Penna de Siqueira, em teleconferência na terça-feira, 16.

De acordo com a empresa, as palavras do executivo podem ter levado a uma interpretação equivocada sobre a oferta do biocombustível na entressafra.

Cadastre-se em nossa newsletter