Preços do açúcar acompanham valor do petróleo e despencam 64 pontos

Os contratos futuros do açúcar despencaram ontem (12) nas bolsas internacionais. Em Nova York, o vencimento para maio/20 fechou em 11.62 centavos de dólar por libra-peso, queda de 64 pontos. De acordo com a Reuters, o lote chegou a tocar uma mínima de mais de 5 meses (11.53 cts/lb), que também é o menor valor registrado pelo contrato. O vencimento para julho/20 recuou 62 pontos e foi firmado me 11.63 centavos de dólar por libra-peso. Os outros lotes caíram entre 45 e 61 pontos.

Ainda de acordo com a Reuters, nessa quinta-feira o petróleo Brent fechou em queda de 2,57 dólares, ou 7,2%, a 33,22 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA recuou 1,48 dólar, ou 4,5%, para 31,50 dólares o barril.

Na bolsa de Londres, a ICE Future, os preços do açúcar branco também desvalorizaram. O lote para maio/20 foi comercializado em US$ 354,10 a tonelada, queda de 5,10 dólares. O vencimento para agosto/20 fechou em US$ 344,80 a tonelada, recuo de 8,90 a tonelada. Os demais contratos caíram entre 6 e 10,20 dólares.

Mercado doméstico

Nessa quinta-feira, em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 79,79, pelo indicador Cepea/Esalq, da USP. Houve valorização de 0,55% quando comparado ao valor da véspera.

Etanol

Pelos índices da Esalq/BM&FBovespa, Posto Paulínia, o etanol hidratado registrou ontem (12) a 11ª queda consecutiva e foi negociado em R$ 1.985,00 o metro cúbico, baixa de 1,93% no comparativo com a véspera. Na parcial do mês, o biocombustível já acumula queda de 10,06%.

Mas. Desse modo.