Safra 2019/20: produtividade da cana subiu 4,58%

Enquanto a produtividade dos canaviais aumentaram no acumulado da safra, o ATR de manteve nos mesmos patamares da anterior

A produtividade dos canaviais do Centro-Sul teve leve melhora na safra 2019/20. Os últimos dados divulgados pela Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar), mostram que o indicador apurado pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) mostra que o TCH da cana-de-açúcar atingiu 77,76 t por ha colhido no acumulado de abril a outubro de 2019, o que significa um incremento de 4,58% quando comparado ao indicador registrado em igual período de 2018.

Para a primeira quinzena de novembro, realizada com uma amostra de 38 unidades, indica retração na TCH da lavoura em 7% ante o valor apurado na mesma quinzena da safra 2018/19. Foram 62,3 t por ha ante 67,0 t por ha no início de novembro de 2018.

ATR teve alta na primeira quinzena

A quantidade de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), por sua vez, alcançou 147,14 kg por t de matéria-prima na primeira quinzena de novembro, 15,70% superior ao resultado observado na mesma data do ano anterior, que foi de 127,18 kg por t.

No acumulado da temporada, o indicador de qualidade atingiu o mesmo patamar registrado da última safra. A saber, até 16 de novembro o teor de ATR na planta atingiu 139,22 kg por tonelada, contra 139,44 kg por t no mesmo período de 2018.

De acordo com Antonio de Pádua Rodrigues, a variação de 15,70% do ATR na quinzena deve ser vista com cautela, pois o indicador é baseado no volume de cana que entra na usina e nas quantidades de açúcar e etanol fabricadas.

“Nesse período o indicador sofreu a influência do término de safra de várias unidades, que tinham dado entrada na cana na última quinzena e somente agora finalizaram o processo produtivo”, explica.

LEIA TAMBÉM

Novembro tem mais uma alta na produção de etanol