Compartilhar

As vendas de etanol pelas unidades produtoras do Centro-Sul do Brasil somaram 1,36 bilhão de litros na segunda quinzena do mês de janeiro, informou a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). A entidade destaca que foi a primeira quinzena da safra 2020/21, que começou em abril do ano passado, em que houve aumento anual do volume vendido no mercado interno: 1,25 bilhão de litros, em comparação com 1,23 bilhão de litros em 2020. As exportações na quinzena somaram 105,04 milhões de litros.

No acumulado de janeiro, também houve avanço nas vendas totais. O Centro-Sul vendeu 2,608 bilhões de litros, dos quais 2,462 bilhões foram destinados ao mercado interno e 146,72 milhões, para exportação. O resultado das vendas totais representa alta de 2,01% ante o mesmo período de 2020, quando foram vendidos 2,557 bilhões de litros.

O volume de etanol direcionado para o mercado externo em janeiro corresponde a uma alta de 130,16% ante igual período do ano passado, quando foram vendidos 63,746 milhões de litros para o exterior. O País tem exportado mais em decorrência das condições favoráveis de mercado – preços relativamente baixos do biocombustível e real desvalorizado, além do alto preço do milho, principal matéria-prima do etanol nos Estados Unidos, o maior importador do biocombustível brasileiro.

As vendas para o mercado doméstico no mês tiveram queda de 1,27% na comparação interanual. Em janeiro do ano passado, 2,493 bilhões de litros foram comercializados dentro do País.

Do início da safra 2020/21, em abril de 2020, até 1º de fevereiro de 2021, as vendas de etanol pelas usinas do Centro-Sul acumulam retração de 9,24% ante igual período da safra anterior, alcançando 25,92 bilhões de litros. Desse total, 2,359 bilhões de litros foram destinados à exportação e 23,564 bilhões, ao mercado interno, informou a Unica. Os volumes representam, respectivamente, alta de 43,49% e queda de 12,46% na mesma base comparativa.

Mercado interno – O volume comercializado de etanol anidro no mercado interno subiu 10,53% no mês de janeiro na comparação com igual período do ano passado, para 810,05 milhões de litros. Quanto ao etanol hidratado, as vendas para consumo doméstico caíram 6,18% no mês, alcançando 1,651 bilhão de litros, ante 1,760 bilhão de litros em igual intervalo de 2020.

O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, afirmou em nota que “o aumento do volume comercializado de etanol anidro pelas unidades produtoras reflete a capacidade destas de atender o volume necessário para a mistura obrigatória, o que reduz a necessidade de importação do biocombustível”.

Cadastre-se em nossa newsletter