Compartilhar

A BMW Brasil está desenvolvendo um projeto em parceria com a empresa AVL do Brasil, para converter o motor a gasolina usado atualmente no modelo elétrico i3 REX para etanol.

De acordo com a BMW, embora o veículo seja movido totalmente por um motor elétrico de 170 cv de potência (125 kW), o BMW i3 conta com um pequeno motor a combustão, bicilíndrico de 650 cm³, que tem a função de produzir energia para as baterias no caso de ausência de rede elétrica, aumentando a autonomia do veículo em até 60 km.

Segundo a BMW, a principal alteração para viabilizar a operação deve ser feita no cabeçote do motor, aumentando a taxa de compressão de 10:1 para 14:1, o que vai permitir explorar toda a vantagem do combustível renovável em termos de eficiência.

O principal ganho com a mudança da gasolina pelo etanol está na redução na emissão de CO2 na atmosfera, por conta da compensação apresentada pelo etanol em seu ciclo de utilização.

“A inovação é algo que está no DNA do grupo BMW desde a sua fundação, há 105 anos. Esse projeto é mais uma demonstração desse caráter e mais um passo rumo ao futuro da mobilidade sustentável, e reforça nossa estratégia de avançar em eletrificação”, declarou Herbert Negele, diretor de engenharia do grupo BMW Brasil em entrevista a Automotive Business. 

Não existe data para a implantação dos motores convertidos a etanol nos i3 REX comercializados no País.

No entanto, de acordo com a BMW, com o projeto, a companhia quer tornar os veículos elétricos mais atraentes no País, promover o desenvolvimento da infraestrutura local e os benefícios da matriz energética brasileira como solução para o efeito estufa e as emissões de poluentes, além do desenvolvimento da engenharia nacional.

Cadastre-se em nossa newsletter