Etanol hidratado sobe enquanto anidro cai; veja os números

Os preços dos etanóis fecharam mistos na última semana segundo os índices do Cepea/Esalq, da USP. O hidratado fechou em alta na semana de 16 a 20 de novembro, cotado a R$ 2,0744 o litro contra R$ 2,0620 o litro da semana anterior, variação positiva de 0,60% no comparativo entre os dois períodos. Esta foi a segunda semana seguida de alta do indicador.

Já o anidro, usado na mistura com a gasolina, voltou a cair na última semana, cotado em R$ 2,4205 o litro, contra R$ 2,4403 o litro da semana de 9 a 13 de novembro, redução de 0,81% no comparativo entre as duas semanas.

Em seu comentário semanal, o diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa destacou que “intensifica-se a preocupação entre as usinas acerca de uma possível redução na produção de cana para o próximo ano consoante ao déficit hídrico que atinge boa parte das regiões canavieiras do Centro-Sul. Ainda que admita-se que muita água pode rolar por debaixo da ponte, ou muita chuva ainda pode cair sobre os canaviais até março, já se fala em uma perda de pelo menos 5% na produção de cana para a safra 2021/2022”.

Etanol diário

Na última sexta-feira (20) o etanol hidratado subiu pelo Indicador Diário Paulínia, cotado em R$ 2.130,50 o metro cúbico, contra R$ 2.124,50 o m³ da véspera, valorização de 0,28% no comparativo entre as datas.