Compartilhar

No último domingo (20), o Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool do Estado de Pernambuco – Sindaçúcar – completou 75 anos de fundação. Para comemorar a data, funcionários, parceiros e representantes de entidades associadas participaram de uma missa realizada ontem (21) na Igreja Madre de Deus, em Recife/PE.

Ao longo desses 75 anos de história, o Sindaçúcar tem atuado para o desenvolvimento do setor bioenergético de Pernambuco. Entre outras atividades, o sindicato elabora estudos, presta assistência jurídica aos associados, elabora convenções coletivas de trabalho, incentiva o melhoramento tecnológico, dá apoio logístico, desenvolve estatísticas e participa na condução da política setorial. Atualmente, fazem parte do Sindaçúcar 16 empresas produtoras de açúcar e álcool.

Há 17 anos à frente da presidência da entidade, Renato Augusto Pontes Cunha disse que o sindicato já enfrentou muitas lutas ao longo dos anos e defendeu os vários ideais do setor bioenergético, que gera inúmeros empregos diretos e indiretos na região e em todo o país. "Pernambuco possui 18 usinas/destilarias, mas três não estão em operação. Juntas, as 15 unidades devem moer 13,5 milhões de toneladas de cana nesta safra. Um número abaixo do perfil adequado de moagem do estado, de 18 a 20 milhões de toneladas. O clima e a imprevisibilidade do governo impactaram na produção, que estamos trabalhando para que volte a crescer", explicou Cunha.

Ele disse ainda que o Sindaçúcar tem uma história de longevidade, assim como vários órgãos do Estado, entre eles a Federação da Indústria do Estado de Pernambuco (FIEP). "O Sindicato tem muita tradição neste estado com mais de 500 anos, onde a cana-de-açúcar está presente no estado desde os primórdios", concluiu o Presidente. 

O Presidente Executivo da UDOP, Antonio Cesar Salibe valoriza todo o trabalho desenvolvido pelo Sindaçúcar e desempenho em prol do setor. "Parabenizo a todos os colaboradores do Sindaçúcar, em especial, o meu amigo Renato Cunha, que não mede esforços para que o setor cresça e fique ainda mais forte em Pernambuco", concluiu Salibe.

Fonte: Agência UDOP de Notícias

 

Cadastre-se em nossa newsletter